Parsifal


Aviso: O tempo de download dos libretos em PDF ou Epub variam, podendo demorar até alguns minutos dependendo da conecção, principalmente em tablets.

Esta ópera é como se fosse uma sublime e consoladora emanação do amor divino. Autores dizem, comparando-á com os “Autos Sacramentais” de Calderon, que o autor tentou restaurar na Alemanha o drama religioso. Wagner tomou às lendas do Parsifal e do Santo Gral vários elementos para compor o poema. O Santo Gral é o cálice de que se serviu Jesus para a consagração do vinho na Última Ceia. A lança do centurião romano, que feriu o lado de Cristo pregado na cruz, de onde jorrou sangue e água, juntamente como cálice foram adquiridos por José de Arimatéia e teriam sido confiados, posteriormente, à custódia de Titurel, em um magnífico templo, no cume do Montsalvat, situado na Espanha setentrional. Em torno do rei Titurel, formou-se à semelhança dos templários, uma ordem de cavaleiros, puros e castos, dedicados a obras de piedade cristã e assistência aos injustiçados. Graças à contemplação do Gral, gozavam eles de bem-estar moral e físico e da graça inestimável da imortalidade. Dom Joaquim de Marsilach, crítico musical, autor da obra “Richard Wagner”, assim escreveu, após assistir ao Parsifal, em Bayreuth, em 31/07/1882 (trabalho posteriormente publicado sob o título “Peregrinação à Meca do Futuro”): “Como quisera eu que ouvissem a instrumentação sua e sonhadora do Parsifal todos esses senhores que, julgando pelas obras de ruins imitadores, acusam Wagner de ensurdecer ao público com estrondosas sonoridades.”. Bruno Walter, nascido em Berlim, em 15/09/1876, tinha o seu mundo musical marcado pela admiração a Brahms. Quando seus parentes e amigos assistiram a Tannhäuser e Lohengrin e admitiram tratar-se de belas obras, até no Conservatório ouviu essas considerações. Foi quando a febre wagneriana havia abraçado o mundo musical da época, e suas óperas tomaram rapidamente o símbolo do novo, do verdadeiro teatro musical. Logo compositores, homens de letras e representantes das Belas Artes começaram a fazer peregrinação Byreuth, a fim de dar uma manifesta expressão de sua veneração por Wagner e não era raro que, em seu retorno da Colina Vernde, os espíritos pouco céticos fossem convertidos em sectários do poeta-compositor: Bruno Walter, depois de sua peregrinação a Bayreuth, inclusive como bolsista, chegou a interceder junto a Cosima Wagner para ser diretor musical de alguma ópera no festival de Bayreuth,. não consegui o seu nihil obstat. Trata-se, portante, de um dos grandes maestros que nunca regeu em Bayreuth, mas dirigiu obras de Wagner em outros teatros e chegou a gravá-las em LP, hoje remasterizados em CD.

One Response to Parsifal

  1. Felipe disse:

    Não há como agradecer suficientemente pelo trabalho magnífico neste site. Estou apenas começando a conhecer as óperas de Wagner, e é maravilhoso poder contar com traduções tão esmeradas dos libretos. Muito, mas muito obrigado mesmo!

Comentários

Parsifal